LIVRO

O coração vibra tranquilo No repouso do espírito. O canto que dele se extrai É obra cumprida Do Ser que Ama. Se essas palavras Existem, Existem para serem Sopradas. Nada jamais será igual Ao Eterno Que sinto neste instante. O Eterno, por sua vez, Sempre estará aqui, A todo instante Diferente. Numa rede, em meio à natureza espiritual da Pousada da Figueira Grande, algumas horas após do encerramento do Sadvipra Leadership Training. Maio de 2014
LEIA MAIS

Ting – the Caldron of Love

Ting – the Caldron of Love
To Vishvamitra, in whose heart lies a whole universe When I met your eyes I felt at Peace Knowing that Love Was taking care of me. Because it’s trough devotion That we become an instrument of Love So shiny That we can shine The world around. I was around And was shined by you. I am grateful Because the sun is At the same time Subtle and concrete. An unconditional star That can be loved As a big ball of fire Or just An indirect and tender Sunshine. I’m grateful Feeling that, As the sun, You can only shine In such a subtle way Because the source of what you do Is s...
LEIA MAIS

Um Sorriso de Amor

História em verso para um certo alguém “Pai, de onde você tirou esse coração tão grande?” “Nosso coração, meu filho, é como um balão de ar. Ele parece grande quando está cheio E bem pequeno quando está vazio. O meu, eu enchi de sorrisos Que fui coletando pelo caminho.” “E onde você achou esses sorrisos todos?” “Bem, nem sempre eu achei. Às vezes eles me acharam”. “Como assim?” “Vem cá, vou te contar uma história...” “Era uma vez em que eu e sua mãe Havíamos saído numa viagem. Uma longa, profunda e misteriosa Viagem. Passamos por lugares grandes Por praias bonitas Por ed...
LEIA MAIS

Árvores Vivas

Para a Juliana Gatti, que é uma árvore que fala! Aí começou assim: eu achava que tinha pessoas que eram árvores. Porque árvores, para mim, eram coisas feias, sujas, no meio da cidade. Não dava para sentar perto delas, porque tinha terra que sujava o vestido, e restos de papel, comida e bituca de cigarro. Tinha até gente que fazia xixi e cocô no pé da árvore! Eca! E eu via pessoas que eram assim também. Ficavam lá, em silêncio, sujas e com os olhos vermelhos, sentadas em pedaços de papelão ou em colchões tão velhos que nem dava mais para chamar de colchão. “Eles moram na rua”, dizia minha mãe...
LEIA MAIS

Pedro

Pedro é forte Pedro é rápido Pedro é lindo Pedro é engraçado Pedro sonha Com o que precisa Um dia a gente Brincou de Espada. E não é que ele É tão poderoso que Quebrou a minha? O pai do Pedro É um filmador Muito bom. Deve ser por isso Que o Pedro sabe Contar histórias. E não é que o Pedro Já foi japonês? Pedro faz naves E aviões Com pedaço de lego, E ele deixa eu Viajar Com ele. Pedro faz graça E cria mundos Com pedaços de vida E me lembra Como é bom Ser Menino Outra vez.
LEIA MAIS

Luan Michael

Tem país Em que Sol é Menina E Lua é Menino. E acho que Que lá do céu Deus pensou: “Essa menina Sol Está tão apaixonada Por esse menino lua Que eu vou ter que dar Um jeito Deles ficarem Juntos” Assim você nasceu, Luan Lua, Na Bahia Sol, Com a luz Apaixonada Da praia Banhando seu Corpo E o fazendo Sorrir. De noite vem Um caranguejo E faz cosquinha No seu pé Mas você nem vê Porque na Hora certa Ele já se foi. De manhã Vem um ventinho Beijar seu rosto Mas você nem Per...
LEIA MAIS

Sofia

Se eu fosse Tão rápido Quanto a Sofia Eu nascia Todo dia Para deixar o mundo Mais feliz. Ia sorrir como a Sofia Dormir como a Sofia Bocejar como a Sofia E me aninhar em Braços Tão gostosos Que eu me Derreteria. E sempre assim Com Cheirinho De doçura Ah, eu ia ser uma Gostosura! Mas como não dá Para nascer Tanto assim Ainda bem que Hoje eu tenho a Sofia Para mim! Sofia é tão Novinha Que eu nem sei Como ela é Por fora Não sei como é Seu jeito de Falar de Agir de...
LEIA MAIS